Mari  Silva Alexandre

Sou flor, Sou amor. Sou Dor, Sou amor. É nisto que me resumo.

Meu Diário
09/08/2014 10h45
OLHOS LILASES

Fico confusa com sua beleza.
Ele é a poesia.
Seus olhos de profunda tristeza, 
me trazem alegria.
Seu semblante perdido,
me faz encontrar significado em cada dia.
Sua imagem me faz companhia.
Lembro dele e sorrio.
Lembro dele e me apaixono.
Ele, somente ele, pode embelezar a tristeza,
com seus olhos lilases.
Ele é magia!


Publicado por Mari S Alexandre em 09/08/2014 às 10h45
 
09/08/2014 00h51
PENSAMENTOS

Os pensamentos são livres,
enquanto vivem nas mentes.
Quando palavras, às vezes, mentem.

O coração é livre, enquanto sente,
secretamente. 
Nem sempre revela tudo que sente.

O corpo voa.
Os pensamentos caminham
Na imaginação.

O coração sente, com
ou sem razão! Sem invenção!

 

 


Publicado por Mari S Alexandre em 09/08/2014 às 00h51
 
17/07/2014 14h42
Não sei...

Não sei exatamente em que momento comecei a despertar. Só sei que comecei a, desejar menos, entender de onde vim e, a desejar mais, aprender a estar aqui a cada agora. 

 


Publicado por Mari S Alexandre em 17/07/2014 às 14h42
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
13/07/2014 10h12
Em vão

O ser que passa pela vida sem se conhecer, nada pode reconhecer.


Publicado por Mari S Alexandre em 13/07/2014 às 10h12
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
12/07/2014 12h11
Entre o impossível e o possível..., existe o ser.

 
Há quem capture um pássaro em pleno 
voo…

Há quem viva feliz em manter um pássaro no cativeiro.
Há os pássaros q
ue vivem uma vida na tentativa de se libertarem

de seus opressores,

na esperança de que um dia tudo possa mudar.

Pois, sempre há uma possibilidade, por mais remota que seja.
É possí
vel enxergar o ar.

É possível parar o tempo.
É possível segurar o vento.
É possível invadir pensamentos.
É possível criar possibilidades.
Somente com o bem querer se pode conquistar
as coisas que a alma exige.
Ser é somente com o que se tem no coração, no espírito e na alma.
Ser é existir.
Ter é permanecer na existência.
Para ser não basta apenas viver, é preciso
existir.
Para ter não basta querer, é preciso
lutar.
E isto, ainda, não é tudo...

 

 


Publicado por Mari S Alexandre em 12/07/2014 às 12h11
Copyright © 2014. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 9 de 29 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » «anterior próxima»

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras