Mari  Silva Alexandre

Sou flor, Sou amor. Sou Dor, Sou amor. É nisto que me resumo.

Textos


Enquanto eu rego o jardim 

As borboletas passeiam em círculos

Beijando as flores

Os gerânios se sentem agraciados

Pelo favoritismo daquelas

Criaturas coloridas e velozes 

Que transformam a busca Pelo sustento numa

Bela  coreografia, encantando a minha visão e

Enchendo o meu coração de colossal contentamento. 

Mari S Alexandre
Enviado por Mari S Alexandre em 24/01/2022


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras