Mari  Silva Alexandre

Sou flor, Sou amor. Sou Dor, Sou amor. É nisto que me resumo.

Textos


Nela moram sentimentos intensos.

Seletiva guarda tudo o que de lindo

foi vivido.

Mantém as imagens nítidas, vencendo 

a idade do tempo.

Onde encontra sensibilidade, ela se 

manifesta e mostra com lucidez os 

melhores momentos vividos.

Aguçando a vontade do sensível,

em trazer de volta à vida, sentimentos

despedidos. 

Alguns que causam dores, outros que provocam

alegrias.

Sempre oferecendo a quem a sente

uma boa companhia. 

Assim é ela, a saudade.

 

 

 

Mari S Alexandre
Enviado por Mari S Alexandre em 10/01/2022


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras