Mari  Silva Alexandre

Sou flor, Sou amor. Sou Dor, Sou amor. É nisto que me resumo.

Textos


A sua vida está nas mãos
De julgadores poderosos.
Aqueles que são capazes de
Mudar sua história.
 
Como provar que os propósitos,
São os melhores e suas atitudes
Sempre os comprovaram.
Sendo que, por maldade,
contradizem.

 
De repente, tudo o que fizeste
Foi diluído por palavras impiedosas,
De malfeitores vis.
 
A vida prega algumas peças,
Capazes de desnortear aquele
Que sempre aprimorou sua vida.
 
É desconsolador  
Esperar a decisão de outros,
na própria vida.
 
Injustiça, Inveja, Indelicadeza,
Infâmia, Imputação, são maldades desnecessárias.
Destroem vidas, ferindo, perpetuamente, a dignidade.
Mari S Alexandre
Enviado por Mari S Alexandre em 19/02/2018
Alterado em 19/02/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Tela de Claude Monet
Site do Escritor criado por Recanto das Letras